Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ADSE: Forum dos Beneficiários - saudefp.pt

Fórum criado aquando das primeiras eleições (2017) à representação dos beneficiários no Conselho Geral da ADSE,IP, sob o lema "por uma ADSE Justa e Sustentada (Por José Pereira).

Fórum criado aquando das primeiras eleições (2017) à representação dos beneficiários no Conselho Geral da ADSE,IP, sob o lema "por uma ADSE Justa e Sustentada (Por José Pereira).

ADSE: Forum dos Beneficiários - saudefp.pt

27
Fev19

ADSE: FÓRUM DOS BENEFICIÁRIOS - Média de gastos em saúde (UE 75% vs 15% e PT 65% vs 28%)

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)

Media de gastos públicos em saúde UE.jpg

Na Europa, mais de 75% dos gastos com saúde são financiados pelo setor público (média UE).
 
Mas seria relevante percebermos quanto suportam ("duplamente") os beneficiários da ADSE, sendo que pagam impostos como todos os portugueses e ainda suportam o seu subsistema de saúde (ADSE) por via de uma contribuição de 3,5% sobre 14 meses de salário ou pensão.
 
Segundo o relatório de contas da ADSE, de 2017, o gasto médio dos beneficiários da ADSE terá rondado os 460€ anuais. Mas quanto suportam anualmente os beneficiários contribuintes para o SNS e em que medida o utilizam? Estarão a ser prejudicados? 
Seria importante perceber, no sentido de sabermos se, em média, os beneficiários da ADSE suportam a mesma percentagem sobre os pagamentos diretos.
 
Em média, os pagamentos diretos na UE, representam 15% do total dos encargos com saúde, mas representam uma participação muito maior em alguns países, como é o caso de Portugal, que anda nos 28%.
 
Será que os beneficiários da ADSE só suportam em média estes 28%?
Seria relevante fazer-se um estudo por via dos salários e pensões dos funcionários públicos e aposentados, sendo que provavelmente andarão a suportar mais que os 28% dos encargos diretos que cabem em média a cada português.
 
Na França, 79% das despesas com saúde são publicamente financiadas, valor muito semelhante à média da UE.
 
Ora, porque é que em Portugal a saúde tem um custo direto superior à média europeia? Porque é que a saúde privada é das mais caras da Europa/OCDE?
 
NOTA
"Compulsory health insurance" - Trata-se de um sistema de saúde em regime público obrigatório por lei. O pagamento equivale a um imposto público. A obrigação pode ser colocada sobre os empregadores, que suportam as contribuições em nome dos trabalhadores. As contribuições podem estar relacionadas com o rendimento e ser progressivas. Este subsistema de saúde obrigatório é geralmente administrado por órgãos públicos.

Fonte: https://www.oecd.org/els/health-systems/Health-at-a-Glance-Europe-2016-CHARTSET.pdf 

27
Fev19

ADSE: FÓRUM DOS BENEFICIÁRIOS - Assista à Audição da Presidente e do CGS da ADSE na Assembleia da República

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)

Audição da Presidente do Conselho Diretivo da ADSE, Sofia Portela e do Presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença

Comissão de Saúde

Descrição:

10:30 | Audição da Presidente do Conselho Diretivo da ADSE, Sofia Portela, sobre a situação atual da ADSE (requerimento do BE e do PSD) 11:30 | Audição do Presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, sobre a situação atual da ADSE (a requerimento do BE e do PSD)

Veja aqui

Reveja o programa e registe aqui a sua opinião.

 

Veja aqui

 

Comente no facebook do programa "Prós e Constras"

 

 

 

 

Que modelo de relação deve ter o Estado com a ADSE?

ADSE : Aceda ao grupo no facebook

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

Responda no Forum dos Beneficiários

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

Este espaço é disponibilizado a todos os beneficiários para publicação de artigos, opiniões, sugestões e propostas relativas à temática da ADSE. 

Os artigos e comentários estão ordenados por ordem cronológica, sendo destacados os mais recentes.

Só os comentários anónimos serão alvo de aprovação, os restantes são publicados automaticamente e todos da exclusiva responsabilidade dos seus autores e comentadores.

 

26
Fev19

ADSE: FÓRUM DOS BENEFICIÁRIOS - DEBATE ADSE NO PRÓS E CONTRAS - RTP

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)

Reveja o programa e registe aqui a sua opinião.

Veja aqui

 

Comente no facebook do programa "Prós e Constras"

 

 

Que modelo de relação deve ter o Estado com a ADSE?

ADSE : Aceda ao grupo no facebook

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

Responda no Forum dos Beneficiários

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

Este espaço é disponibilizado a todos os beneficiários para publicação de artigos, opiniões, sugestões e propostas relativas à temática da ADSE. 

Os artigos e comentários estão ordenados por ordem cronológica, sendo destacados os mais recentes.

Só os comentários anónimos serão alvo de aprovação, os restantes são publicados automaticamente e todos da exclusiva responsabilidade dos seus autores e comentadores.

 

19
Fev19

ADSE: Conheça as Unidades de Saúde que ameaçam deixar a ADSE e as que pretendem reforçar o serviço

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)
 
Mantenha-se informado junto da ADSE, sendo que estão a ser negociadas alternativas. O Centro Cirúrgico de Coimbra já veio "esclarecer que mantém a convenção que tem com a ADSE, o que permite a todos os funcionários públicos vantagens imediatas nas consultas, exames de diagnóstico e cirurgias. O mesmo é válido para as outras entidades idênticas, como IASFA e SAD/GNR". Neste momento, a convenção com a ADSE é válida para mais de 40 médicos e abrange 20 especialidades médicas e cirúrgicas.

O que é a Rede

A Rede ADSE consiste numa modalidade de acesso dos beneficiários a cuidados de saúde, baseada numa rede de prestadores que celebram uma convenção com a ADSE, I.P..

São várias as vantagens para o beneficiário ao optar por obter cuidados de saúde na Rede ADSE:

  • Mais económico – o beneficiário só paga o copagamento
  • Mais cómodo – o beneficiário não tem de entregar os documentos de pedido de reembolso
  • Ampla cobertura nacional – mais de 1600 prestadores em 3800 locais de prestação ao serviço da Rede ADSE em todo o país
  • Alargado leque de cuidados de saúde
  • Controlo do histórico de acesso à Rede ADSE em ADSE Direta

A Rede ADSE presta cuidados de saúde, em ambulatório ou internamento, num conjunto alargado de valências.

Pode pesquisar aqui os prestadores de cuidados de saúde da Rede ADSE.

Veja aqui

O Centro Cirúrgico de Coimbra esclarece que mantém a convenção que tem com a ADSE, o que permite a todos os funcionários públicos vantagens imediatas nas consultas, exames de diagnóstico e cirurgias. O mesmo é válido para as outras entidades idênticas, como IASFA e SAD/GNR.

Neste momento, a convenção com a ADSE é válida para mais de 40 médicos e abrange 20 especialidades médicas e cirúrgicas entre elas – Oftalmologia, o que permite que o beneficiário pague por uma consulta apenas a respetiva taxa de 3,99 euros, se optar por escolher um médico que tenha aderido a este acordo que o Centro Cirúrgico de Coimbra assinou com a ADSE. Os exames de diagnóstico têm uma tabela de taxas a aplicar em função do tipo de exame e o custo/comparticipação das cirurgias é feito de acordo com o que é estipulado pela própria ADSE e demais entidades.

Pode encontrar todos os acordos atualizados e que disponibilizamos no Centro Cirúrgico de Coimbra clicando aqui.

Artigo 64.º da Constitução da República Portuguesa

Saúde

1. Todos têm direito à proteção da saúde e o dever de a defender e promover.

2. O direito à proteção da saúde é realizado:

a) Através de um serviço nacional de saúde universal e geral e, tendo em conta as condições económicas e sociais dos cidadãos, tendencialmente gratuito;

b) Pela criação de condições económicas, sociais, culturais e ambientais que garantam, designadamente, a proteção da infância, da juventude e da velhice, e pela melhoria sistemática das condições de vida e de trabalho, bem como pela promoção da cultura física e desportiva, escolar e popular, e ainda pelo desenvolvimento da educação sanitária do povo e de práticas de vida saudável.

3. Para assegurar o direito à proteção da saúde, incumbe prioritariamente ao Estado:

a) Garantir o acesso de todos os cidadãos, independentemente da sua condição económica, aos cuidados da medicina preventiva, curativa e de reabilitação;

b) Garantir uma racional e eficiente cobertura de todo o país em recursos humanos e unidades de saúde;

c) Orientar a sua ação para a socialização dos custos dos cuidados médicos e medicamentosos;

d) Disciplinar e fiscalizar as formas empresariais e privadas da medicina, articulando-as com o serviço nacional de saúde, por forma a assegurar, nas instituições de saúde públicas e privadas, adequados padrões de eficiência e de qualidade;

e) Disciplinar e controlar a produção, a distribuição, a comercialização e o uso dos produtos químicos, biológicos e farmacêuticos e outros meios de tratamento e diagnóstico;

f) Estabelecer políticas de prevenção e tratamento da toxicodependência.

4. O serviço nacional de saúde tem gestão descentralizada e participada.

Lista de Unidades de Saúde que ameaçam deixar a ADSE (fonte)

Lisboa

CUF Infante Santo
CUF Descobertas Hospital
CUF Belém Clínica
CUF Alvalade Clínica
CUF Torres Vedras Hospital
CUF Cascais Hospital
CUF Mafra Clínica
CUF Sintra Clínica
CUF São Domingos de Rana Clínica
CUF Miraflores Clínica
Hospital da Luz Lisboa
Hospital da Luz Oeiras
Hospital da Luz Torres de Lisboa
Hospital da Luz Clínica de Amadora
Hospital da Luz Clínica Lagoas Park
Hospital da Luz Clínica de Odivelas
Hospital do Mar Cuidados Especializados Lisboa
Hospital Lusíadas Lisboa
Clínica Lusíadas Parque das Nações
Clínica de Stº António
Clínica Lusíadas Sacavém

Porto

CUF Porto Hospital
CUF Porto Instituto
Hospital da Luz Arrábida
Hospital da Luz Póvoa do Varzim
Hospital da Luz Clínica de Amarante
Hospital da Luz Clínica do Porto
Hospital do Mar Cuidados Especializados Gaia
Hospital Lusíadas Porto
Clínica Lusíadas Gaia

Aveiro

CUF São João da Madeira Clínica
Hospital da Luz Aveiro
Hospital da Luz Clínica de Águeda
Hospital da Luz Clínica de Oiã

Braga

Hospital da Luz Guimarães

Coimbra

CUF Coimbra Hospital
Hospital da Luz Coimbra
Hospital da Luz Clínica de Cantanhede
Hospital da Luz Clínica de Coimbra
Hospital da Luz Clínica da Figueira da Foz

Évora

Hospital da Misericórdia de Évora

Leiria

Hospital da Luz Clínica de Pombal

Santarém

CUF Santarém Hospital

Setúbal

CUF Almada Clínica
Hospital da Luz Setúbal
CLÍDIS – Clínica de Diagnósticos de Sines
Clínica Lusíadas Almada

Viana do Castelo

Hospital da Luz Clínica de Cerveira

Vila Real

Hospital da Luz Vila Real

Viseu

CUF Viseu Hospital

Algarve

Hospital Particular do Algarve – Alvor
Hospital Particular do Algarve – Gambelas – Faro
Hospital São Camilo – Portimão
Hospital São Gonçalo de Lagos
Centro Médico Internacional – VRSA
Clínica Particular do Algarve – Guia
Clínica Particular do Algarve – Loulé
Clínica Particular Medchique – Monchique
Clínica Particular de Vilamoura
Clínica Particular SIIPEMOR – S. Brás Alportel
International Health Centres – Albufeira
Hospital Lusíadas Albufeira
Clínica Lusíadas Faro
Clínica Lusíadas Forum Algarve

Alentejo

Clínica Particular de São Teotónio
Clínica Particular de Vila Nova de Milfontes
Clínica Particular de Odemira

Madeira

Hospital da Luz Funchal
Hospital da Luz Clínica do Caniço
Madeira Medical Center
Hospital Particular da Madeira – Funchal

 

ADSE_LOGO_Opinião dos Beneficiários.jpg

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

Este espaço é disponibilizado a todos os beneficiários para publicação de artigos, opiniões, sugestões e propostas relativas à temática da ADSE. 

Os artigos e comentários estão ordenados por ordem cronológica, sendo destacados os mais recentes.

Só os comentários anónimos serão alvo de aprovação, os restantes são publicados automaticamente e todos da exclusiva responsabilidade dos seus autores e comentadores.

18
Fev19

ADSE: Sessões de Esclarecimento da Associação de Beneficiários da ADSE

ADSE Justa e Sustentada Fórum dos Beneficiários da ADSE (Admin. José Pereira)

A Associação Nacional de Beneficiários está a organizar sessões de esclarecimento, que irão decorrer em Lisboa, Coimbra e Porto

A imagem pode conter: textoSESSÃO DE ESCLARECIMENTO (Seguir eventos no facebook)
ULTRAPASSAR A CRISE E DEFENDER UMA ADSE JUSTA E SUSTENTADA


25 de Fevereiro de 2019 – 17:30 horas
CIUL/CML – Lisboa – Picoas Plaza


A Associação 30 de Julho, associação nacional de beneficiários da ADSE, tem seguido com crescente preocupação as notícias que dão conta da intenção de alguns grupos de saúde privados renunciarem às convenções celebradas com a ADSE.
Estamos perante uma grave crise que já se vinha adivinhando e que levou a Associação a solicitar entrevistas ao Conselho Diretivo da ADSE e ao Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, com o objetivo de alertar para a falta de clareza na fixação das tabelas de preços dos atos médicos e para a urgência de o Governo dar resposta e concretização às propostas e recomendações do Conselho Geral e de Supervisão, designadamente quanto ao alargamento aos
trabalhadores da função pública com contrato individual de trabalho e ao alargamento da rede de convencionados.
A manutenção de posições extremadas, designadamente por parte daqueles grupos de saúde privados e da sua Associação, só contribuirá para prejudicar o SNS e afetar seriamente os legítimos interesses dos beneficiários da ADSE os quais são, como bem reconhece a Senhora Ministra da Saúde, os exclusivos financiadores deste sistema.
É fundamental que o Conselho Diretivo da ADSE assuma uma liderança efetiva e encontre rapidamente uma solução, negociada com firmeza e bom senso, que defenda os legítimos interesses dos beneficiários utilizadores dos hospitais privados com os quais a ADSE tem convenção, sem prejuízo de assegurar o necessário alargamento da rede a novos prestadores. É também fundamental que o Conselho Diretivo tenha uma gestão transparente e uma forte ligação aos beneficiários mantendo-os informados de tudo, o que hoje não acontece.
É da maior importância que os beneficiários da ADSE se mantenham ativamente informados e alerta para os perigos da presente situação, razão que justifica o nosso apelo a que não falte a esta Sessão de Esclarecimento no próximo dia 25 de Fevereiro, pelas 17:30 horas.
Lisboa, 14 Fevereiro de 2019
Associação 30 de Julho
Mail: adsea30dejulho@gmail.com
CIUL - Picoas Plaza Núcleo 6-E,1º, R. Viriato 13, 1050-233 Lisboa

DEIXE A SUA OPINIÃO

Para publicar um novo artigo ou opinião, entre aqui

Para ler os artigos de opinião e comentar, entre aqui

 

ASSOCIAÇÃO 30 DE JULHO
PARA A DEFESA JUSTA E SUSTENTADA DOS BENEFICIÁRIOS DA ADSE

A ADSE I.P. é hoje um sistema de protecção na saúde voluntária dos trabalhadores em funções públicas, no activo e aposentados, exclusivamente financiado pelos seus beneficiários e que existe a par do Serviço Nacional de Saúde (SNS), da oferta dos sector privado e cooperativo e social, numa colaboração que se pretende integrada, transparente e justa para todos.
Em nossa opinião, a ADSE não pode ser reduzida a um mero seguro de saúde e deve continuar a afirmar o seu carácter solidário e intergeracional, como forma de protecção eficaz, duradoura e continuada dos funcionários públicos e suas famílias.
Um grupo dos seus beneficiários criou, em 31 de Maio de 2016, uma Associação cívica – A Associação 30 de Julho – com o objectivo de criar e desenvolver uma plataforma em rede, capaz de dar voz aos interesses de todos os beneficiários, colaborando com todos os interessados. Foi buscar o seu nome à data de publicação do Decreto Lei nº 105/2013 de 30 de Julho que atribuiu aos beneficiários da ADSE o seu exclusivo financiamento e visa contribuir para a análise, esclarecimento e discussão da sua evolução organizativa.
A Associação 30 de Julho pretende mobilizar os trabalhadores em funções públicas para acompanhar o futuro da ADSE e a sua participação no processo decisivo desse futuro e estabelecer relações de trabalho e cooperação com organizações afins, visando sempre a procura de soluções que melhor enquadrem e defendam os interesses dos beneficiários da ADSE no acesso aos cuidados de saúde.

 

Comentários recentes

Deixar mensagem

Acompanhe-nos aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D